Stranger Things 2 – Crítica

Denis Vini preparou a crítica da segunda temporada da série de televisão americana de ficção científica e terror criada, escrita, dirigida e co-executiva produzida pelos irmãos Matt e Ross Duffer, Stranger Things. Confira.

Stranger Things 2 – Nossa Crítica

Se você não estava no Mundo Invertido ao longo da última semana, você certamente leu ou ouviu que a segunda temporada de Stranger Things estava disponível na Netflix. Vou tentar usar o mínimo de spoiler possível na minha crítica abaixo, mas um pouco vai ter, ok?

Abertura Stranger Things 2

Com uma aprovação enorme em sua primeira temporada, Stranger Things carregou em sua segunda temporada uma responsabilidade muito comum nas séries dos últimos tempos: sustentar a hype, ou seja, não decepcionar os fãs que esperaram por mais de um ano por novos episódios.

Stranger Things - elenco

Começando um ano após os acontecimentos da temporada anterior, a série não demorou muito pra resolver o principal mistério que havia deixado: o paradeiro da Eleven. Também, diga-se de passagem, não foi algo tão complexo de ser resolvido. Mas falando na Eleven, um elemento curioso da série é a falta de um personagem realmente principal. O tempo de tela é muito dividido e a importância dos núcleos acaba sendo equivalente. Por exemplo, a Joyce, a Eleven e o Mike, que foram os maiores protagonistas da primeira temporada, acabaram tendo seu tempo de tela mais distribuído com os outros personagens. Pode-se dizer que o Hopper e o Will foram os personagens mais centrais dessa nova história.

Will - Stranger Things

A atuação das crianças é excelente. Meu destaque vai pro Noah Schnapp, que faz o Will Byers. Mas, de uma forma geral, todos eles são excelentes atores. Seja na leveza do Dustin ou na pequena depressão do Mike, em nenhum momento passamos por problemas relacionados à más atuações infantis, fator que já desagradou muitos fãs como, por exemplo, com a atuação do Jake Lloyd como Anakin Skywalker.

Figurino Stranger Things 2

Os elementos técnicos (trilha sonora, fotografia, figurino, etc), são impecáveis. É incrível como eles acabam conversando entre eles. Por exemplo, a letra da música que está tocando quase sempre tem a ver com o figurino ou com a cena que está rolando, casos de Runaway do Bon Jovi, Every Breath You Take do The Police ou o tema de Ghostbusters.

Sean Astin

A temporada conta com a adição de vários atores aclamados, como Sean Astin, Paul Reiser e Dacre Montgomery. Sean Astin, além de ser o eterno Samwise Gamgee de Senhor dos Anéis, também participou do filme The Goonies, uma referência escancarada da série.

Falando um pouco do enredo, percebo que os roteiristas têm um desafio muito grande com Stranger Things e que ficou bastante claro nesta temporada. Eles precisam enrolar um pouco a série porque, no final das contas, é só a Eleven que pode salvar a situação quando o assunto envolve o Mundo Invertido. Em outras palavras, embora ela tenha se distanciado ao longo de toda a temporada, todos nós sabíamos que, pra resolver o problema, ela teria que aparecer pra ajudar seus amigos.

Por fim, deixo minha opinião sobre o episódio 7, chamado de “A Irmã Perdida”. Muita gente na internet criticou o fato de ser um episódio apartado, muito fora de todo o contexto. Pra mim, foi um episódio muito esclarecedor sobre os poderes da Eleven e deixou uma curiosidade sobre os experimentos que o laboratório fazia com crianças. Também abre brecha pra um possível spin-off, quem sabe?

Os Irmãos Duffer confirmaram que teremos uma 3ª temporada e que pretendem fechar a série com 4. Acredito que a próxima temporada não foque apenas nos problemas de Hawkins com o Mundo Invertido.

Pra mim, a série é fantástica e a segunda temporada manteve o nível da primeira. Os efeitos melhoraram, as atuações melhoraram e ficamos com muita expectativa para a continuação. Vale o play demais!

Stranger Things 2


Visite a Loja RockCine

Você que gosta de rock e cinema, não deixe de conferir a loja da RockCine. Decoração para sua casa, quarto, cozinha, roupas e acessórios, combinando o rock e cinema no seu estilo e o estilo da sua casa. Acesse: www.rockcine.com.br

Loja RockCine

2 comentários sobre “Stranger Things 2 – Crítica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s