Os Sons de Stranger Things

Os elementos essenciais da trilha vão além de clássicos dos anos 80, acompanhe análise que Ricardo Góis da RockCine fez da trilha da série de sucesso Stranger Things

Os Sons de Stranger Things

No embalo do colega Ronaldo Gomes, aproveito o inteligente texto sobre os porquês do grande sucesso do Stranger Things para escrever sobre a trilha sonora da primeira temporada. O artigo, muito esperto, tem nenhum ou quase nenhum spoiler dos episódios. Eu nem cogitei evita-los, mas também não exagerei. Portanto, se você ainda não terminou ou nem começou a ver a serie, talvez seja melhor ler isto aqui depois.

Stranger Things música

Alguns seriados atraíram muita atenção de público, como Game Of Thrones, The Walking Dead e Orange Is The New Black, além de outras que talvez não tenham mesmo retorno faraônico em termos de audiência, mas que redefiniram a maneira de consumir este tipo de conteúdo via internet, e o Netflix com certeza catalisou esse movimento. Me lembro de assistir Breaking Bad, e me era impossível assistir apenas um episodio sem ao menos ver o inicio do próximo. Despertar essa curiosidade é um grande diferencial na maneira de contar uma historia, e a trilha sonora é um elemento essencial no cumprimento dessa tarefa. BB serve de exemplo de como mesclar música popular e trilha original para que a improvável trajetória de Walter White ganhasse a dimensão necessária.

Walter White de Breaking Bad

Muito se fala sobre o hype em cima de Stranger Things, como se o seriado fosse pensado para ser um revival dos anos 80, de forma oportunista e sem muita preocupação em relação ao seu conteúdo e o enredo de fato. Qualquer produção desse porte obviamente busca retorno expresso em números, mas toda a roupagem e as referencias da década fazem parte de um contexto maior, em vez de apenas ser uma compilação do que foi sucesso há 30 anos atrás.

Em relação a trilha, é fácil imaginar uma enxurrada de hits oitentões, músicas que muita gente ainda gosta e ouve. Tiro certo. Parece uma ideia eficiente para cativar o espectador, e é bem possível que funcionasse. Mas não foi este o caminho escolhido pelos diretores da série.

trilha Stranger Things

Durante os episódios, o que se ouve são musicas um tanto (ou bastante) obscuras, mas que cumprem perfeitamente a função levar as cenas para outro patamar. Artistas como Dolly Parton, The Seeds e The Deep estão presentes, ajudando a criar o ambiente de acontecimentos bastante surreais numa cidadezinha onde nada acontece chamada Hawkins. As primeiras aparições de Eleven são pontuadas pela onda progressiva do Jefferson Airplane e a fantástica intervenção dela salvando Mike, Dustin e Lucas conta com “Heroes”, interpretada por Peter Gabriel. Nenhuma dessas musicas é dos anos 80, e isso reforça o aspecto de que a trilha se preocupa em criar e reforçar significados, muito mais do que levantar uma bandeira saudosista da época.

De qualquer forma, havia a necessidade de inserir elementos sonoros que acomodassem a incrível reconstituição de época que se vê no figurino, objetos, veículos e em outros aspectos da serie.  A musica incidental, escrita por Kyle Dixon e Michael Stein, foi a solução encontrada. Esta sim, é recheada de sintetizadores e timbres que te levam de volta no tempo, mas sem descuidar dos climas que deveriam ser criados em cada momento. O resultado final ainda é mais importante do que as ferramentas usadas, mas a combinação funciona perfeitamente.

Trilha de Stranger Things

A lista ainda conta com Echo & The Bunnymen, The Bangles e Foreigner, estes sim com faixas lançadas na década de 80, além “Africa” do Toto e “Should I Stay Or Should I Go”, que surge com Jonathan Byers apresentando o The Clash para seu irmão caçula como o som “que vai mudar a sua vida”. Após o desaparecimento de Will, a musica acaba servindo de ponte entre o mundo real e o Upside Down, marcando muitas tentativas de contato entre Will e sua família e por isso surge por varias vezes durante a temporada.

Sonoridades que se misturam em função do significado que as cenas exigem. Essa é uma maneira honesta de definir a excelente trilha sonora de Stranger Things.

Músicas

Trilha Incidental

 

Você que gosta de rock e cinema, não deixe de conferir a loja da RockCine. Decoração para sua casa, quarto, cozinha, roupas e acessórios, combinando o rock e cinema no seu estilo e o estilo da sua casa. Acesse: www.rockcine.com.br

tela-rockcine-site

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s