Análise do novo álbum “The Getaway” do Red Hot Chili Peppers

Após cinco anos do lançamento de “I’m With You”, o Red Hot Chili Peppers finalmente lança um material inédito com “The Getaway” e Denis Vini da RockCine fez uma análise do novo álbum.

Ouvimos o “The getaway” do Red Hot Chili Peppers

Californication Red Hot Chili PeppersEm 2012, comprei o Californication do RHCP, uns 3 anos depois do lançamento dele. Esse CD me marcou, foi o primeiro que eu ouvi de cabo a rabo e sabia cantar todas as músicas. Também foram essas algumas das primeiras canções que aprendi a tocar no violão. Desde então, o Red Hot se tornou banda marcante ao longo da minha vida.

Naquela época, imaturo que era, não entendia direito o que estava rolando nas músicas, apenas gostava. Passei alguns anos para entender o quão incrível era o fato de que eram apenas 3 caras no palco (com mais 1 vocalista, claro) e, mesmo assim, era aquele som gordo, incrível, com um grande nível de competência vindo de todos os lados.

Não sabia dizer o que era mais incrível na banda. A cozinha (Flea + Chad), claro, sempre foi impecável. O Frusciante nunca deixou por menos. O Anthony Kiedis, mesmo com suas leves desafinadas ao vivo, sempre foi um grande frontman e era o cara perfeito para a imagem da banda. Somando tudo isso com as canções marcantes, o RHCP sempre mostrou a que veio, ano após ano, clipe após clipe, disco após disco.

Red Hot Chili Peppers

Acontece que, em determinado ponto, senti que eles passavam por dois problemas. O primeiro é um fenômeno que eu costumo chamar de CharlieBrownlização: os caras começam a ficar velhos demais para se portar como jovens, sabe? O segundo problema (talvez consequência do primeiro) é que o som parecia ser sempre igual ao longo do tempo. Ainda incrível, mas sempre igual.

Porém, ao ouvir o The getaway, senti algumas coisas surpreendentes (no lado mais positivo da palavra). O CD continua com uma cozinha incrível e com melodias que remetem ao “som padrão” da banda. Todavia, novos elementos estiveram presentes. As guitarras do Josh Klinghoffer, por exemplo, foram um dos principais pontos positivos do novo trabalho. Tive a sensação de que ele está mais solto e, com isso, mostrando mais suas habilidades e influências para a banda.

The Getaway - Red Hot Chili Peppers

Outra coisa notável neste novo trabalho é a temática das canções, com uma atmosfera um tanto quanto reflexiva, talvez pelo término do casamento do Anthony Kiedis com a modelo Helena Vestergaard.

Logo a primeira canção, a faixa-título The getaway, dá uma sensação de modernidade, com uma guitarra diferente do usual e uma batida que remete à música eletrônica. A voz e a melodia continuam no melhor estilo Red Hot, mas os elementos novos são muito presentes nela. A canção seguinte, Dark Necessities, segue esse mesmo padrão. Por fim, todo o CD segue esse formato interessante: a melodia da voz guiando tudo, um baixo e bateria consistentes e uma guitarra diferente do comum.

A canção de número 9, Detroit, é um dos pontos altos do CD. Uma base consistente de baixo e bateria, daquelas que você sabe que, ao vivo, iria ficar incrível. Essa canção me lembra um pouco a base de Arround the world do Californication, uma das minhas músicas preferidas de toda a história da banda. Porém, a melhor do disco, na minha opinião, é a Encore (faixa de número 11), uma melodia marcante com elementos que consolidam a proposta do CD.

Resumo e avaliação final: O disco vale a pena para quem, assim como eu, queria novos elementos na banda. É um disco moderno e muito bem produzido. Mesmo assim, os elementos que te fazem identificar o RHCP sem fazer muito esforço, estão presentes aqui também. A banda não perdeu a identidade. O ponto mais alto, no fim das contas, acredito que seja a influência maior do Josh Klinghoffer. Vale a pena o play!

Red Hot Chili Peppers 2016

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s